Comunicação sindical deve ser parte da luta contra-hegemônica

 

A importância da comunicação nos meios classistas para o despertar da categoria foi o tema abordado no segundo dia do 1º Congresso de Formação Sindical, promovido pelo Sinfarpe e a Fenafar, no Recife, nos dias 29 e 30 de setembro. O jornalista Fernando Borgonovi discorreu sobre a temática, destacando como o processo comunicacional dossindicatos e das centrais sindicais devem ser parte da luta contra-hegemônica, com um trabalho voltado em desfavor das classes dominantes e sua visão de poder. 



Para Borgonovi, a comunicação precisa engajar o trabalhador na luta pela conscientização e deve reportar fatos com valores de ideias classistas. “Politizar e elevar a consciência das de classe são fundamentais neste campo. Estamos num tempo da desmoralização da política e tentativas de exterminação dos sindicatos no país, por isso, se faz necessário o uso de estratégias comunicativas eficazes para atrair a categoria trabalhadora às lutas contra o domínio dos que oprimem a massa”, ponderou. 

“Os trabalhadores precisam olhar para os sindicatos como os únicos instrumentos de lutas para defender seus direitos e isso pode ser conquistado com uma boa comunicação com a base e valorização desta neste processo”, concluiu o expositor. Ao final, ele elogiou o Sinfarpe pela comunicação elaborada para interagir com sua base.

Sindicato é pra lutar. Nenhum direito a menos!

Redação Sinfarpe

 

 

 

free joomla templatesjoomla templates
Sindicato dos Farmacêuticos no Estado de Pernambuco - Sinfarpe
Rua Dom Manoel da Costa, 146- Recife/PE Cep 50710-380 - Tel.: (81) 3228-8797